Apostas e Expectativas para 2011-2012

Em que o Plácido Zacarias dá conta dos espectáculos de ópera mais atractivos que vão passar em Lisboa na temporada de 2011-12. Não se esqueça de comentar para o P.Z. ficar feliz.

Em primeiro lugar (porque é maneira de evitar a perda de leitores ao longo do texto), vem a Fundação Calouste Gulbenkian. A FCG tem uma temporada sinfónica interessante, tal como a lírica. Destacam-se neste último campo, com elevadas expectativas, o recital adiado de Karita Mattila, todo o Met Live in HD -- uma espécie de cinema ao vivo da Metropolitan Opera cuja qualidade não merece muitas dúvidas--, O Castelo do Barba Azul e, de certo modo, o Tannhäuser. Os espectáculos "Wagner +" afiguram-se-me como uma espécie de "apêndices".

O grande auditório da FCG com a janela aberta. (Espectáculo.)
As minhas apostas para S. Carlos são no Don Carlo, porque não quero deixar de ver Elisabete Matos (independentemente da substituição de Sartori), na Madama Butterfly, porque me dizem fontes de Copenhaga que é uma boa escolha, e no Don Pasquale, encarando a proveniência da produção e o facto de ser espectáculo final como uma promessa de qualidade.
As restantes produções não têm nenhum elemento que apele ao meu interesse, mas talvez os apreciadores de Mozart ou espectadores à procura de experiências diferentes consigam encarar outras perspectivas. Encontra-se abaixo um filme ilustrativo desta temporada.


Recomendo vivamente que não se vá ver óperas ao Coliseu dos Recreios -- sala de péssima acústica, público, e de companhias musicais medíocres, apesar de títulos como O Barbeiro de Sevilha.

Mattila Shocker at Gulbenkian

Karita Mattila adiou o concerto que deveria ter dado hoje na Gulbenkian para dia 8 de Fevereiro de 2012, evocando motivos de saúde. Este facto apenas foi anunciado ontem à tarde, de forma pouco acessível (Facebook), deixando imensos espectadores desiludidos ao chegarem à Fundação Calouste Gulbenkian.


Resta-nos desejar as melhoras à cantora e aguardar a sua vinda em Fevereiro.

Quiz: excertos de música 04 (Resolvido)

Pista: perguntem ao Paulo do Valkirio! hehehe

video

Desta vez, o excerto publicado é, como apontou o Paulo, de uma das Últimas Quatro Canções (Vier Letzte Lieder) de Richard Strauss. Esta obra é um conjunto de quatro canções de extraordinário sentimento que, tanto quanto chega à minha interpretação de ignorante (que por acaso até sabe que não há provas de Strauss ter pretendido que estas canções fossem um ciclo), simbolizam quatro etapas da vida e, por isso, nunca devem ser separadas. O fim de Setembro, que aqui ouvimos, é lindíssimo. 

Esta é, a meu ver, a melhor gravação disponível desta canção:

Quiz: excertos de música 03 (Resolvido)

Pista: Dezembro.
video

Acho que devo admitir que o Paulo acertou! Tal como deixou implícito no seu comentário, o clip reúne dois excertos da música de Prokofiev do bailado Romeu e Julieta
Quanto às pistas, a minha era «Dezembro», mês deste ano em que o Teatro Nacional de São Carlos vai levar à cena uma produção deste bailado.
A segunda, sugerida pelo Paulo, é «Fonteyn/Nureyev»: a grande dupla de bailarinos (Margot Fonteyn & Rudolf Nureyev) que celebremente representou os papéis de Romeu e Julieta, tal como os dos protagonistas do Lago dos Cisnes e de outros bailados. Também sugerida pelo Paulo, a terceira pista «Joana Carneiro» remete para a maestrina portuguesa, que tem tocado suites deste bailado com alguma frequência, dirigindo a Orquestra Gulbenkian (como pode comprovar aqui).