"Banksters" @ Teatro Nacional de São Carlos | Opinião dos leitores

Nos últimos tempos, já foram duas as vezes que me apanhei em estreias de óperas portuguesas, e fiquei demasiado traumatizado pelo pós-pós-pós-wagnerianismo depressivo, empapado, circular e desinteressante de Os Mortos Viajam de Metro, ou pelas tendências electrónicas aborrecidas e um objectivo muito pouco acessível de Quixote.

«Banksters»
Deixo aqui em baixo um mini-inquérito destinado aos que já assistiram ao espectáculo, para que os demais leitores e eu possamos evitar gastar umas massas, não deixando de rogar aos "Gentle Readers" que deixem as suas opiniões nos comentários.


video
(Vídeo: RTP2/ Câmara Clara)

Um comentário:

  1. Olá, Ópera Lisboa!
    Sabendo-se que é sempre muito subjectivo criticar, devo dizer que assisti hoje a Banksters e gostei!
    Gostei do trabalho de ligação entre a compoição musical ( Nuno Corte Real) e do libreto ( Vasco Graça Moura), e gostei muito do trabalho do realizador João Botelho na encenação. Os cantores tiveram desempenhos desiguais, mas o barítono Vaz de Carvalho é excelente cantor e actor! Gostei do contributo global do coro, e de todas as ressonâncias culturais desta ópera ( literárias, musicais, religiosas).
    Saudações muicais!

    ResponderExcluir